Como reconhecer falsos mestres e profetas

793
Como reconhecer falsos mestres e profetas

Muitas pessoas neste mundo estão encobrindo suas motivações pessoais com maravilhosos anúncios que apelam para a sensibilidade religiosa da humanidade. Todas essas mentiras estão escondidas nessas belas e falsas promessas e diversos fragmentos de verdades universalmente atraentes e aceitas. Dificilmente encontramos alguém que diga com sinceridade: “assista este filme e se torne mais violento”, “fume este cigarro e terá câncer”, “Aceite esta filosofia para que se possa ganhar dinheiro”, “aceite este líder politico para que ele possa desfrutar da glória de seu ego e não para servir seu povo como prometeu”.

Assim, para reconhecer o verdadeiro e proteger-nos de enganos e convites falsos que oferece este mundo, temos que sair e conhecer não só o que nos prometeram e dizem comumente esses vários grupos e indivíduos.

Em primeiro lugar devemos analisar os ensinamentos de determinado mestre ou escola e o efeito que produz nas pessoas que sinceramente seguem este caminho. Devemos ver, por exemplo, como é o seu comportamento sexual; Se se permitem relações sexuais extraconjugais já podemos rejeitar esse ensinamento por ser contraproducente no avanço espiritual. Se permitir algum tipo de intoxicação, que só prejudica o cérebro causando dependência, dependência de drogas ou alcoolismo; tampouco devemos aceitar isso como algo verdadeiro. Se encontrarmos qualquer mensagem em que se permita o massacre e maus tratos a animais; Temos de compreender imediatamente que neste caminho, não há amor ou compaixão, e, portanto, não é nada interessante para nós. E se são praticados jogos de azar e se promove a decepção aos outros; ou seja, se há mentiras; Temos de aceitar que este caminho não nos leva à verdade.

Na Índia se conhecem muitos critérios dados pelas Escrituras para reconhecer um verdadeiro Mestre Espiritual. Primeiramente, um Mestre Espiritual genuíno vive de uma sucessão de Mestres Espirituais, e ele pratica e ensina o que aprendeu de seu próprio Mestre Espiritual. O Mestre Espiritual Genuíno não se atrai pela opulência do dinheiro, tudo o que recebe imediatamente se usa para o bem dos demais e para o serviço da Suprema Personalidade de Deus, e desta maneira, com muita misericórdia, ele ensina os caídos, aqueles que não têm ligação alguma com a vida espiritual, para livrar-se de seus condicionamentos para que possam acolher-se na anistia espiritual.

Os mestres espirituais ensinam seus alunos às escrituras reveladas autorizadas, que são na verdade um parâmetro para poder aceitar uma pessoa como autoridade espiritual. Os ensinamentos de um mestre espiritual devem se condizer com as escrituras Sagradas e também devem ser suportadas pela prática daqueles que seguem suas instruções, e que são vistos como pessoas positivamente transformadas. Além disso, deve fazer a evolução em seu próprio coração.

Se se sente inspiração e positividade após ter visto o mestre Guru, as escrituras e os outros mestres, e se concidentemente se harmonizam-se no ensino, e o coração também se sente em atração positiva; Então devemos seguir com esse ensinamento, fazendo o melhor. E se estamos decididos a praticar, com toda a sinceridade, as coisas boas que encontramos, esta atitude irá garantir que avancemos; e se em algum momento estivermos equivocados, o mesmo Deus nos protegerá desses caminhos falsos.

Os falsos ensinamentos do materialismo que estão sendo promovidos em escolas e universidades modernas e os meios de comunicação são muito perigosos e têm mantido grande parte da humanidade desanimada, sem espiritualidade e refugiada somente em um consumismo sem sensibilidade pelos indivíduos e assim se dedicando mais que tudo para enriquecer esse sistema sem sentido, enquanto que a grande necessidade e desejo do povo é sair desta situação completamente degradável e explorada por pessoas sem escrúpulos que escondem as intenções.

É evidente que estas pessoas não ensinam toda a verdade; Porque Deus é aquele que mantém a todos. Como podemos dizer que ninguém está acima de nós? Até mesmo a natureza está acima de nós e se não houvesse nenhum Deus teríamos que agradecer a Ela pelos bens que nós dá; Não podemos manter nem a nós mesmos. Mas como todos nós temos um grande falso ego e orgulho, gostamos quando alguém nos diz que não há nada acima de nós e que somos todos parte do Supremo; Mas isso é ateísmo cortês como o chama Schopenhauer. Devemos procurar por Mestres humildes, que dão reconhecimento a seus Mestres e as escrituras, que são agradecidos com o ensino e com iluminação e que sentem verdadeira compaixão por todos os seres. Devem ser as estrelas que nos ensinam a luz, o Caminho e o Amor Universal, e que nos guie para estabelecer nossa relação amorosa com o Supremo Senhor do Universo, o amigo de todos.

* Não existem falsos mestres, gurus ou profetas, porque quem é falso, não pode ser chamado Mestre, Guru ou profeta.

* Todas as mentiras deste mundo estão escondidas atrás de anúncios bonitos.

* Os Verdadeiros mestres são humildes, não são arrogantes, nem maltratam os outros; em vez disso, eles estão cheios de amor Universal.

* Não se abrigar no materialismo… Não se deixe enganar!

* Encontre um guia espiritual.

* No Bhagavad Gita (16-4) diz que:

dambho darpo bhimanas ca

krodhah parusyam eva ca

ajnanam cabhijatasya

Partha sampadam asurim

Orgulho, arrogância, vaidade, raiva, aspereza e ignorância, são qualidades que pertencem àqueles que são de natureza demoníaca, ó filho de Prtha!

Devemos nos proteger e nos afastar todos aqueles que têm interesse em explorar os outros; Devemos também considerar como falso  aqueles que propagam o imperialismo, que não aceitam Deus como a Pessoa Suprema e diz que cada um de nós é Deus e que não há ninguém acima.

Máximo:

Sob a orientação de quem você busca a  Deus?

“Estar no caminho da Realização Espiritual é a maior riqueza da vida.”

“O verdadeiro Mestre Espiritual Genuino tem a mais alta forma de pensamento, aspiração e ideais”.

-Ciência confidencial de Bhakti Yoga-

Fonte: Coleção Sabedoria Védica
Autor: Swami B.A. Paramadvaiti

 

meditacion_dibujo

 

Compartir
Artículo anteriorOnde há refugio
Artículo siguienteSrila Prabhupada