Pacto Andino Transcendental

982
Pacto Andino Transcendental

O Pacto Andino Transcendental, PAT, como o próprio nome indica, é a união de um grupo de pessoas em crescimento na região dos Andes, que estão empenhadas em apoiar de forma dedicada, moral, espiritual e materialmente, as metas e projetos listados abaixo.

 

1 -O PAT não é uma instituição, mas é um esforço comum para o despertar da consciência de cada cidadão.

2 -. Proclama uma consciência de vida simples e pensamento sublime.

3 -. O PAT visa criar consciência vegetariana em todo o continente estabelecendo uma sociedade livre de violência desnecessária contra nossos irmãos, os animais.

. 4 – Cria infraestrutura e prepara as pessoas para ajudarem a purificar e higienizar a sociedade, inspirando a adquirir valores mais elevados.

. 5 – Entrega uma educação baseada no cooperativismo com valores espirituais e universais.

6 -. Ajuda a eliminar o sectarismo e preconceitos que vêm de religiões materialistas que impedem o progresso natural do indivíduo.

. 7 – Desenvolve programas, como uma alimentação equilibrada e combinada, a agricultura orgânica e outras descobertas feitas pela ecologia moderna.

. 8 – Pesquisa sobre o tipo de construção mais natural, ecológico e econômico e em  harmonia com o universo; como ensinado pelo shastra Vastu (antigos escritos sobre arquitetura, construção, design e ambiente harmonioso com a natureza).

. 9 – Forma estruturas descentralizadas; gerando líderes qualificados em todos os níveis e áreas da sociedade.

10 -. Restaura e promove a autossuficiência em comunidades sociais.

11 -. Promove irmandade do continente para eliminar o assédio sofrido em muitas de suas fronteiras.

12 -.Promove a  participação de todas as comunidades, grupos ou indivíduos, para descentralizar naturalmente através de produção própria e gerando microempresas para evitar a influência dos monopólios.

13 -. Promove o desenvolvimento da cultura e das artes para uma expansão da consciência universal.

14 -. Cria ambientes e fontes de emprego justo que não violem a lei da natureza e seus habitantes, para um tipo de vida mais digna e agradável.

15 -. Promove a participação cívica voluntária em todos os campos de ação e de emergência.

16 -. Apoia a liberdade de expressão e de religião.

17 – Espalha literatura, ensino, acústico, material visual e tecnológico que não contradiz os princípios do PAT.

18 -. Promove a livre distribuição de água potável, saneamento sustentável e áreas de descanso para uso público em todos os lugares.

19 -. Cria a consciência ambiental em relação ao reflorestamento e a proibição da exploração da flora nativa, tanto nos setores público e privado.

20 -. Apoia e divulga a produção e utilização de produtos naturais e artesanais.

21 -. Incentiva e protege a pureza e apoia o desapego dos objetivos egoístas em homens e mulheres que dirigem a sociedade.

22 -. Propõe-se a lutar pela dignidade espiritual e material das mulheres.

23 -. Estabelece e mantém ashrams (templos) de mulheres com a finalidade de dar apoio e educação sobre o amor espiritual.

24 -. Apoia e orienta a mãe solteira.

25 -. Consulta e inspira mulheres casadas.

26 -. Fornece facilidades de vida para as viúvas e renunciantes.

. 27 – O PAT rejeita qualquer tipo de violência desnecessária contra a Mãe Terra ou qualquer ser vivo; tais como as experiências biológica, químicas e nucleares, esportes violentos e outras atividades que ofendem a dignidade e a saúde.

28 -. O PAT promove o intercâmbio cultural entre os membros da comunidade e amigos na Europa, Índia, América e outros países.

29 -. Promove o ecoturismo cultural, artístico e educacional.

30 -. O PAT apoia a formação e proteção da família, a unidade familiar e a gestão responsável da sexualidade.

31 -. O PAT incute nas pessoas o conhecimento necessário para desenvolver o senso de responsabilidade por cada ação realizada.

. 32 – Entrega também o conhecimento que revela a identidade do ser; com a compreensão tanto da sua existência anterior quanto posterior.

33 – As culturas antigas que falaram do ser como uma entidade individual eterna, explicaram as aparentes injustiças da vida terrena como resultado de atividades erradas realizadas em vidas passadas. Eles viram a vida humana como uma oportunidade de se corrigir, purificar e se autorrealizar.

34 -A visão moderna da vida consumista, que ignora a existência de responsabilidades adicionais, destroe toda a capacidade de moralizar e criar um espírito de sacrifício. O PAT rejeita os conceitos especulativos e superficiais que ameaçam o bem-estar social e individual e o valor místico tradicional do nossos povos.

35 -. O PAT aceita os valores do passado, presente e futuro que são verdadeiros e não prejudicam ninguém.

36 -. Coopera com organizações nacionais e internacionais que promovem alguns ou todos os valores do PAT.

37 -. Promove a meditação e o estudo da literatura voltada para a autorrealização (a compreensão do ser humano alma espiritual serva de Deus).

 

Máxima:

“Não há nada mais perigoso do que a liberdade sem responsabilidade. Reconhecer e procurar essa responsabilidade é amadurecer”.

Fonte: Coleção Sabedoria Védica
Autor: Swami B.A. Paramadvaiti

 

 

 

Compartir
Artículo anteriorAtritos na Família
Artículo siguientePrincípios do Dharma